Coaching para el éxito empresarial
Na atualidade podemos encontrar diferentes tipos de coaching: pessoal, para executivos, de equipas, de negócios, de vida, filosófico, de casal, ontológico, sistémico, autocoaching, etc. Cada um deles enfoca-se em conseguir uma meta determinada, mas todos têm em comum algo, e esse algo é chegar com êxito à meta. O coaching busca obter o êxito das pessoas, de uma equipa ou de uma empresa.

«Melhorar e desenvolver competências na vida, nos negócios, nas suas relações de forma que as pessoas sejam mais felizes, mais produtivas e capazes de alcançar as suas metas ou objetivos de uma maneira equilibrada, com êxito e com excelência» (Dave Pughe­ Parry).

Neste artigo vamo-nos a centrar no coaching para o êxito empresarial. Neste tipo de coaching intervêm quatro elementos:

  • A organização ou empresa (é quem contrata o serviço de coaching procurando um beneficio direto através da sua aplicação).
  • O coach.
  • O coachee (pessoa ou grupo que recebe o processo de coaching).
  • A envolvente laboral do coachee.

Coach en la empresa

Guía: ¿Cómo ser un buen líder de equipo?

 Características do coach para o êxito empresarial

  • Deve ser uma pessoa positiva.
  • Entusiasta capaz de transmitir esse entusiasmo aos outros.
  • Tem que comunicar claramente, de maneira que o coachee entenda inequivocamente a sua mensagem.
  • Capaz de prestar o seu apoio a todo momento.
  • Deve ter confiança no coachee.
  • Trabalhar sempre orientado a conseguir a meta marcada.
  • Empático, tem que ser capaz de entender a perspetiva dos trabalhadores e a empresa.
  • Tem que ser capaz de que o coachee se arrisque para que assim possa aprender dos erros cometidos.
  • Observador capaz de captar tudo o que ocorre nas sessões.
  • Paciência para chegar sem pressas e pressões ao objetivo desejado.
  • Deverá possuir conhecimentos de inteligência emocional.

Fases do processo de coaching para o êxito empresarial  

 

  • Geração do contexto: trata-se de conhecer a situação real de que se parte, conhecer as necessidades e definir os objetivos que se desejam alcançar.
  • Clarificar objetivos: uma vez que já se teve uma primeira tomada de contacto com a empresa, o coach deve ser capaz de avaliar se o que o cliente lhe contou, é realmente o que ele está percebendo.
  • Desenhar o plano de trabalho: tem que ser feito de maneira sequencial e estar enfocado na consecução do objetivo marcado. Devem definir-se os tempos, métodos e recursos necessários.
  • Feedback e análises de resultados: o coach tem que obter retroalimentação do coachee, de como está vendo todo o processo. Fazer um seguimento dos resultados obtidos e efetuar mudanças no plano, se for necessário.
  • Consolidação dos resultados obtidos: uma vez cumpridos os objetivos, há que procurar a maneira de que tudo o adquirido durante o processo de coaching, perdure no tempo, já sem a presença do coach.
  • Finalização da relação pessoal: todo o processo tem um fim, e é hora de que os trabalhadores tomem consciência de que o coach não os vai acompanhar para sempre para os ajudar na consecução do êxito. Podem-se planificar algumas sessões esporádicas de supervisão.

 

Benefícios do coaching para o êxito empresarial  

  • Potencia-se o desenvolvimento profissional dos trabalhadores e suas equipas de trabalho.
  • Melhora-se a capacidade para se enfrentar as mudanças com mais facilidade.
  • Fomenta a iniciativa e a responsabilidade.
  • Ajuda a descobrir talento.
  • Melhoria dos resultados tanto para os indivíduos como para l empresa.
  • Redução do stress nos trabalhadores.
  • Redesenho e otimização dos processos, simplificando-os e fazendo-os mais efetivos.
  • Motivação das pessoas.
  • Fomenta-se o trabalho colaborativo e em equipa.
  • Melhoria do clima laboral.

 
Em definitivo, o coaching é uma das melhores ferramentas para conseguir o êxito nas empresas, já que se conseguem trabalhadores e equipas mais eficazes, produtivos e com uma mentalidade muito mais aberta à mudança, fator muito importante hoje em dia ante a mudança continua em que vivem as empresas para se adaptarem a um mercado cada vez mais competitivo.
Post relacionados:

 

New Call-to-action

    Escribe un comentario