• es
  • pt-br
  • pt-pt
(+34) 902 207 782

Blog sobre Retenção e Desenvolvimento do Capital Humano

Resolução de conflitos em Startups

Mediación conflictos

Nos últimos anos, nascem e morrem em nosso país, um número considerável de startups. Startups são empresas  de  ideias inovadoras  com um tempo de vida muitas vezes  recém definido, geralmente pequenas, embora haja também médio porte, dependendo do nível de investimento inicial com que contam. Este tipo de empresa tem um caráter inovador no que se refere a negócios , e estão muitas vezes relacionados com o mundo da tecnologia. O núcleo das startups são seus parceiros(sócios) , normalmente um número muito pequeno de pessoas, onde cada um tem um talento específico para contribuir para a empresa. Esses parceiros se juntam a eles por laços de  uma amizade ou laços familiares, de modo que os conflitos podem às vezes serem difíceis de resolver.

Segundo estatísticas oficiais, 60% das falências de empresas são devido a disputas e conflitos entre os parceiros(sócios). Então, certamente, se estas divergências entre parceiros pudessem  ser eliminados, esse percentual seria drasticamente reduzido.

Guia: Como ser um bom líder de equipa?

Startups como mencionamos acima, são geralmente iniciadas ,formadas por amigos ou  familiares , o que torna relação profissional mais complexa, e as vezes se mescla vida pessoal com vida profissional, não delimitando assim a barreira que separa uma coisa outra. Portanto, este tipo de empresa tem todas as chances de ter problemas e conflitos internos, que são apenas mais complicado de resolver por laços emocionais que liga as partes envolvidas.

 Mediación conflictos

Bem, para tentar mediar na resolução deste tipo de conflitos empresariais que existem  no núcleo das startups, surgiu em  Valência, esta nova linha de trabalho, do centro da GC mediação Alternativa (Gestão de Conflitos), que é pioneira nesta atividade para resolver conflitos através da mediação e negociação colaborativa.

 

O centro de mediação alternativa GC é um especialista na gestão e resolução de conflitos laborais utilizando métodos totalmente alheios aos métodos judiciais. Segundo comentou Sandra Merchan, um das fundadoras e mediadores deste centro “, para nós é importante apoiar o empreendedor na gestão de conflitos de equipes, fornecedores ou clientes, poupando muito tempo e dinheiro quanto possível, e especialmente, olhando para o futuro com confiança  de que este conflito não se repetirá, fornecendo-lhe ferramentas de comunicação e fazendo acordos ágeis e flexíveis “.

Prevemos que cada vez mais centros mediadores desse tipo se dediquem a resoluções de conflitos nas  startups. No entanto, o nosso conselho é que é melhor prevenir do que remediar, e desde o início se antecipar de  possíveis disputas internas. Uma vez que você tenha decidido iniciar uma empresa, antes de começar a trabalhar, você tem que parar e pensar sobre os problemas que possam surgir no futuro e que poderiam ser uma fonte de conflito. Para isso, há o “Pacto de parceiros”, que é um documento particular e assinado por todos os parceiros da empresa, onde os direitos e obrigações de cada são apresentadas, tendo em conta possíveis situações como  -o que acontece se um parceiro deixar o projeto? Ou se não cumprir a sua parte do investimento? Às vezes, a pressa em começar a realizar e implementar a ideia, faz com que este tipo de detalhe seja esquecido, e que mais cedo ou mais tarde acabam acontecendo na maioria das startups .

New Call-to-action

Enric-Francesc Oliveras Responsable de Marketing online y Formación elearning
Consultor y formador apasionado de las TIC, Marketing Digital y Diseño, llevo años en continuo aprendizaje a la vez que ayudando a otros profesionales en su aprendizaje personal.

No hay comentarios

No hay comentarios todavía.

Dejar un comentario