• es
  • pt-br
  • pt-pt
  • fr-fr
(+34) 902 207 782

Blog sobre Retenção e Desenvolvimento do Capital Humano

O que é necessário para ser uma super-estrela da inovação

Um dos aspectos mais estimulantes do meu trabalho consiste em poder relacionar-me com uma grande variedade de organizações e conhecer as suas culturas. Durante os últimos anos, a minha companhia Zenger e Folkman tem trabalhado com uma agência de publicidade que participa na difusão digital, social e móvel. Ao caminhar pelos seus escritórios, pode sentir se a energia criativa no ambiente.

Esta cultura inovadora não surgiu de repente, mas foi cuidadosamente cultivada e desenvolvida por líderes excelentes, que apoiaram a inovação e criatividade desde o principio. Esta organização combinou de forma eficiente tanto o seu compromisso com o desenvolvimento das pessoas como o reconhecimento ao êxito na actividade investigadora..

São importantes as habilidades de Liderança?

Analisamos as avaliações 360º dos seus líderes durante os últimos anos. Foram identificados os 10 líderes mais destacados em inovação criativa (super-estrelas). Quando analisamos a eficiência global de liderança das 10 super-estrelas, observou-se que estes diferiam significativamente dos demais (gráfico 1). As habilidades de liderança parecem ser um elemento importante na criação e manutenção de uma cultura de inovação criativa. Foram entrevistados e uma das perguntas foi: “O que é necessário para ser um grande líder numa organização de pessoas criativas e inovadoras?

 Gráfico 1 

 

Em quais se destacam os líderes super-estrelas?.

Analisaram-se os dados das super-estrelas e compararam se com os dados dos restantes líderes; descobrimos 13 comportamentos que os diferenciavam significativamente. Ditos comportamentos foram submetidos a uma análise factorial que nos permitiu identificar 6 capacidades chave, que diferenciam estas super-estrelas dos restantes.

1. Capacidade para inspirar e motivar os outros.

Quando nos fixamos nos dados, verificamos que as super-estrelas inovadoras e criativas eram ligeiramente melhores em “Promover a obtenção de resultados”. Nos referimos a esta competência como “impulsionar” (“push”). Também detectamos que a diferença era maior na competência de “Inspirar e motivar os outros“. Tal e como pode apreciar-se no gráfico 1. Referimos nos a esta competência como “puxar” (“pull”):

Gráfico 2.

superestrella innovacion

 

As super-estrelas inovadoras sabem como inspirar, criando energia nas suas equipas e nos seus clientes. Se bem que são eficazes na fixação de objetivos e cumprimento de prazos (comportamentos de “impulsionar”), o que realmente os distingue é a sua capacidade para dinamizar e motivar os demais (comportamentos de “puxar”). A conclusão é evidente, a capacidade de inspirar é crítica nos postos de trabalho criativos e inovadores.

  2. Vontade de assumir metas ambiciosas.

Os líderes das super-estrelas criativas são mais propensos a tomar a iniciativa, superar as expectativas médias e assumir metas ambiciosas, que suponham riscos. Estas super-estrelas assumem voluntariamente tarefas complexas e difíceis.

 3. Comunicação frequente e convincente.

Nos nossos dados, verificamos que essas super-estrelas eram muito eficientes em comunicação, mantendo bem informados os seus colaboradores e clientes. É fácil supor que todos sabem o que se passa e conhecem o estado atual dos projetos; mas esquecem se que algumas pessoas estão confusas e necessitam de uma maior direção e informação. As super-estrelas mantêm uma comunicação fluída com os seus colaboradores, tendo toda a gente alinhada e actualizada.

 4. Antecipam-se aos problemas.

Antecipar-se aos problemas não é uma dificuldade intransponível mas, com frequência, os líderes encontram se presos nas actividades quotidianas e, em consequência, não refletem acerca das contingências, perguntando se: ” Que poderá sair mal?”. As super-estrelas inovadoras são excelentes  antecipadores, preparando soluções alternativas que lhes facilitem o cumprimento dos planos de ação.

 5. São campeões da mudança.

Introduzir a mudança é tarefa complexa e difícil, que se incrementa quando enfrentamos múltiplas resistências  que se devem superar. Os que resistem à mudança gostariam de ter tudo previsto e saber com exatidão o que se vai passar. Embora essa reação seja uma tendência natural no ser humano, as super-estrelas estão sempre dispostas a examinar caminhos diferentes e testar com novas abordagens. São rápidos em reconhecer as situações que requerem uma mudança e apoiam todas as iniciativas necessárias. Por último, são eficazes na promoção da mudança aos outros, alcançando a sua aceitação e compromisso com ele mesmo.

   6. Fomentam e estimulam a geração de novas ideias.

Com frequência existem pessoas que pretendem ser a fonte de todas as ideias criativas. Querem ser o cérebro criativo da inovação na sua equipa de trabalho e, em ocasiões, desalentam a criatividade dos demais. Os lideres que apoiam as ideias diferentes das super-estrelas em inovação, são o oposto. Eles fomentam e apoiam as ideias dos outros. Pensam que quantas mais pessoas estão implicadas na solução dos problemas, melhor será a solução dos mesmos. Invés de desanimar, procuram, fomentam e aceitam as ideias dos outros.

Se repassarmos a lista de características anteriormente mencionadas, é evidente que os líderes super-estrela da inovação estão altamente qualificados em unir as pessoas, trabalhar em equipa e assegurar se que todos estão alinhados. Muitas pessoas criativas têm inclinações opostas. Sentem se atraídos em chegar individualmente às soluções e sentem orgulho da sua propriedade. Querem marcar “a sua obra de arte”. Estas pessoas são elementos chave na criatividade da equipa inovadora, mas falham quando se lhes encomenda a direção da mesma.

Conclusão: A chave para ser um líder super-estrela da inovação e criatividade, consiste em ter vontade de mudança e capacidade para trabalhar com, e através de outros na sua implantação. 

 

Post relacionados:

New Call-to-action

Julian Mesa Martinez Especialista en Liderazgo Grupo P&A

No hay comentarios

No hay comentarios todavía.

Dejar un comentario