• es
  • pt-br
  • pt-pt
  • fr-fr
(+34) 902 207 782

Blog sobre Retenção e Desenvolvimento do Capital Humano

Melhore o seu coaching empresarial, para detetar pontos fracos e fortes

Coaching Empresarial

Uma das tarefas mais importantes que vamos desenvolver como líderes de um grupo é identificar os pontos fracos e fortes da nossa equipa como entidade e dos membros do grupo de forma individual, com o objetivo de poder otimizar estas competências e coloca-las ao serviço da empresa.

inda que existam empresas especializadas em coaching empresarial que realizam uma avaliação destes pontos fracos e fortes, vamos observar algumas pautas para melhorar a nossa capacidade de liderança e que nos permitam desenvolver esta tarefa nós mesmos.


Guia: Como ser um bom líder de equipa?

O que é o coaching empresarial?

Este conceito de coaching empresarial faz referência a uma série de técnicas e ferramentas que se aplicam no âmbito laboral com a finalidade de conseguir a máxima produtividade e eficácia possível no desenvolvimento das funções de um grupo de trabalho.

Portanto, o coaching empresarial vai-se desenvolver diretamente sobre os trabalhadores que formam a equipa, tanto empregados como responsáveis, para conhecer os pontos fortes e fracos e elaborar um plano de ação dirigido à excelência da companhia, potenciando os primeiros e eliminando, na medida do possível, os segundos.

Segundo o tipo de técnicas que apliquemos e o momento no qual o façamos poderemos obter uma avaliação exaustiva dos recursos humanos que estão debaixo da nossa supervisão. Através do coaching empresarial poderemos detetar os pontos fortes e fracos dos trabalhadores, mas também melhorar as relações interpessoais, encontrar soluções para problemas concretos, evitar conflitos futuros, favorecer o trabalho em equipa ou selecionar o pessoal adequado para os diferentes postos.

Para isso, realizaremos sessões de coaching individuais ou coletivas onde, através de preguntas, iremos tirando conclusões sobre o âmbito que estamos tratando, para posteriormente aplicar as medidas que corrijam os erros e impulsionem os acertos.

Como melhorar o coaching empresarial?

Ainda que possa sentir-se algo perdido na sua primeira sessão de coaching empresarial, seguindo uma série de estratégias verá como o encontro se desenvolve sem incidentes.

  • Planificação. É muito importante que saibamos o que queremos conseguir com la sessão de coaching: organizar a equipa em função dos seus pontos fortes, diminuir os tempos de produção, resolver um problema do procedimento… Em função do nosso objetivo, colocaremos os pontos que abordaremos coo os empregados.
  • Colocação. Uma reunião do chefe com o subordinado pode ver-se por parte do trabalhador como um castigo ou uma reprimenda. Neste sentido, devemos explicar em que consiste realmente a sessão e quais são os objetivos, para que o membro da equipa não inicie o encontro numa posição de rejeição ou medo. Deve sentir-se com total liberdade para falar, mostrar a sua opinião e saber que a sua contribuição será parte do processo de melhoria, inclusivamente quando se trata de encontrar as suas próprias debilidades.  
  • Mais escuta e menos diálogo. A sessão de coaching não é una conversa com o nosso interlocutor, mas antes conseguir uma imagem o mais ampla possível da sua visão sobre o assunto e aportada de forma independente pela pessoa, pelo que devemos limitar-nos a fazer as perguntas necessárias para a obter. Se fornecemos demasiada informação ou a nossa própria avaliação, arriscamo-nos a contaminar a opinião do nosso colaborador ou a direcionar a sua resposta. Por isso, não é recomendável que façamos juízos de valor sobre as respostas e nos limitemos a escutar.
  • Linguagem cuidada. Se procuramos uma resposta franca, devemos rejeitar qualquer pergunta que possa ser entendida como um ataque ou uma crítica. Para consegui-lo, formularemos as questões do modo mais assético possível, propiciando a colaboração do trabalhador.
  • Discrição absoluta. Imaginemos que conseguimos uma sessão de coaching muito participativa e com êxito, mas quando termina dedicamo-nos a contar os detalhes das conversas ao resto da empresa. O esforço de todos cairá por terra e a confiança conseguida nunca voltará a estar presente em futuros encontros.
  • Desenvolvimento e supervisão. Uma vez que tenhamos toda a informação aportada, chega a hora de utilizá-la. Ao finalizar as sessões pertinentes, temos que analisar as conclusões a chegamos e elaborar um plano de ação para o futuro. Sem este último passo de desenvolvimento e controlo da execução, de pouco haverá valido o coaching empresarial. 

Post relacionados:


New Call-to-action

Enric-Francesc Oliveras Responsable de Marketing online y Formación elearning
Consultor y formador apasionado de las TIC, Marketing Digital y Diseño, llevo años en continuo aprendizaje a la vez que ayudando a otros profesionales en su aprendizaje personal.

No hay comentarios

No hay comentarios todavía.

Dejar un comentario