• es
  • pt-br
  • pt-pt
  • fr-fr
(+34) 902 207 782

Blog sobre Retenção e Desenvolvimento do Capital Humano

Criar um algoritmo que prevê como atuará o cliente

Un algoritmo predice cómo actuará el cliente Henry Ford disse:

“50% da publicidade é completamente inútil; a questão é saber quais são esses 50%”.

Mas, e se soubesse-mos?. Esta capacidade de predição do comportamento do consumidor é o que propõe a empresa Adgravity -especializada na análise de dados para projetos de marketing digital, compra de meios programáticos e otimização de campanhas- através do seu projeto DataMath, um algoritmo que imita o funcionamento neuronal e permite conhecer como atuará o cliente, a partir da sua interação no ambiente digital.

Guia: Como conseguir a excelência na sua empresa

  Segundo afirma a companhia espanhola, que trabalha para firmas como Meliá, Pepe Jeans ou Hackett, DataMath possibilita aos departamentos de marketing identificar quem será consumidor do seu produto ou serviço, a sua localização, hora em que está ativo como cliente e em que ponto do processo de aquisição se encontra. Junto a isto, a criadora do pioneiro programa também permite conhecer através de que meio ou campanha o consumidor teve conhecimento da marca (emailing, anúncios na internet, buscadores, redes sociais…), e obter uma percentagem de atribuição exata a cada canal. Desta maneira, a estratégia de marketing obtém uma valiosa informação com a qual poderá desenhar uma campanha perfeitamente definida para o comprador final, adaptando-se aos horários, gostos e bagagem cultural do consumidor, e oferendo lhe de ante mão justamente o que espera receber, convertendo uma necessidade latente em uma imediata, segundo explica Nacho Suanzes, diretor de Estratégia e Operações da companhia. Também, Adgrivity desenvolveu diferentes parâmetros segundo o sector de actividade que se trate, conscientes de que o consumidor de roupa não atua do mesmo modo que uma pessoa interessada em comprar um carro, mesmo sendo o mesmo individuo, uma vez que no primeiro caso a conduta será mais rápida e reincidente, enquanto que no segundo requererá mais tempo de decisão. Embora o uso da internet seja a base de DataMath, o algoritmo é capaz de avaliar a influência de iniciativas offline na decisão de compra, como anúncios na rádio e televisão através de um sistema de reconhecimento de áudio, de modo que a ferramenta também permite recompilar dados sobre o consumidor, valiosos para o desenvolvimento de campanhas fora do ambiente digital. Trata-se, pois, de um novo modelo de marketing personalizado e geolocalizado, donde o target, ou público alvo, já não está composto por um grupo de indivíduos com umas características comuns, mas numa só pessoa, com preferências concretas, pelo que a capacidade de persuasão das empresas resultará muito mais efetiva. Concluindo, o objetivo de Adgravity é dar a conhecer às empresas onde devem investir em publicidade e de que tipo, para que esta reporte os melhores resultados. Nascida no ano 2008, Adgravity tem como meta reduzir a distância existente entre as marcas e os seus públicos mediante o estudo e avaliação do rasto que cada cliente deixa enquanto navega na rede, o chamado ‘consumer journey’. Graças à sua inovadora visão do marketing e da publicidade, esta empresa foi eleita como uma das 100 melhores ideias de 2015 pela revista ‘Atualidade Económica’.   Post relacionados:


New Call-to-action

Enric-Francesc Oliveras Responsable de Marketing online y Formación elearning
Consultor y formador apasionado de las TIC, Marketing Digital y Diseño, llevo años en continuo aprendizaje a la vez que ayudando a otros profesionales en su aprendizaje personal.

No hay comentarios

No hay comentarios todavía.

Dejar un comentario