• es
  • pt-br
  • pt-pt
  • fr-fr
(+34) 902 207 782

Blog sobre Retenção e Desenvolvimento do Capital Humano

10 hábitos simples para incrementar a proatividade no trabalho

No âmbito da Psicologia do Trabalho, a proatividade é definida como a “atitude na qual o sujeito ou organização assume o pleno controlo da sua conduta de modo activo, o que implica a tomada de iniciativa no desenvolvimento de ações criativas e audazes para gerar melhorias, fazendo prevalecer a liberdade de eleição sobre as circunstâncias do contexto”.

Hábitos para la proactividad en el trabajo

 

Guia: Como ser um bom líder de equipa?

 

Ou como define Steven Covey, na sua obra ‘Os 7 hábitos da gente altamente efectiva’, proatividade no trabalho é a responsabilidade, a resposta-habilidade, de tomar decisões por si mesmo.

Mas, como podemos impulsionar esta conduta? Existem uma série de técnicas que nos ajudarão a manter uma atitude proactiva durante o nosso desempenho profissional:

  • Ser preventivos. Se conseguirmos ampliar a nossa perspectiva e ver mais além do aqui e agora conseguiremos antecipar nos aos problemas, conseguindo superá-los até antes mesmo que se produzam e obtendo uma capacidade de análise maior que contribuirá para uma melhor compreensão do ambiente empresarial.
  • Ser organizados. Manter a ordem no dia a dia facilita a proatividade no trabalho, pois num cenário de caos será muito mais complicado tomar as rédeas da situação. Organizar as tarefas pendentes e priorizar os objetivos ajudará a adoptar as decisões mais adequadas em cada momento.
  • Ser participativos. A proatividade, como o seu próprio nome indica, não é passiva. Os profissionais proativos se convertem em parte da solução, se comprometem com as suas decisões. Não se limitam a observar a evolução dos fatos, mas intervêm e se implicam junto com a equipa.
  • Ser operacional. A prorrogação não é própria das pessoas proativas, que consideram que o melhor momento para estudar um problema e buscar uma via de escape é “agora”. Não há que confundir este comportamento com impulsividade, pois a decisão é produto da meditação e análise.
  • Ser positivos. Para desenvolver a proatividade no trabalho, os profissionais devem deixar de lado os obstáculos para centrarem se em como superá los a partir das ferramentas disponíveis e entendem os erros do passado como uma experiência que contribui para o seu desenvolvimento pessoal.
  • Ser comunicativos. Como, se não, se vai conseguir envolver o resto da equipa para pôr em marcha as decisões? O feedback é imprescindível tanto para dar a conhecer as pautas ao resto das pessoas como para enriquecer o próprio conhecimento e perspectiva com as opiniões e pontos de vista dos outros.
  • Ser persistentes. Os empregados proativos sabem quais são as suas metas e não param de trabalhar nelas até que as consigam atingir. A sua persistência é a chave do seu êxito.
  • Ser audazes. Para cultivar a proatividade no trabalho é necessário sair da nossa zona de conforto e enfrentar novos desafios que consigam resultados brilhantes. De pouco nos servirá pensar como o resto se o que se persegue é a excelência.
  • Ser flexíveis. A capacidade de adaptação é outra das características das pessoas proativas; são conscientes de que as circunstâncias mudam continuamente e mostram uma habilidade sobre-saliente para adaptar-se a cada contexto.
  • Ser motivadores. Para seguir avançando na sua carreira, os profissionais proativos celebram os êxitos e realizações próprias e as dos que os rodeiam, reforçando a sua atitude e impulsionando a planificação de novos objetivos para cumprir.

 

New Call-to-action

Patricia Cardoso

No hay comentarios

No hay comentarios todavía.

Dejar un comentario