A inovação é uma ferramenta essencial nas empresas do século XXI. O mercado move-se a um ritmo vertiginoso e só aquelas que consigam pensar fora da caixa, solucionar problemas futuros e criar novas realidades que rompam com os convencionalismos poderão manter a sua posição predominante num mundo globalizado.
Cómo pensar fuera de la caja con la metodología TRIZ
 
Guia: Como ser um bom líder de equipa?
Mas como o conseguir? Existem distintas metodologias que contribuem para fomentar a criatividade e a capacidade de inovação das equipas. Uma delas é o modelo TRIZ.

Origem da metodologia TRIZ

O seu nome procede das iniciais de “teorija rezhenija izobretatelskih zadach”, uma expressão de origem russa que significa “teoria para resolver problemas de forma inventiva”, e a sua origem remonta a meados do século passado, quando o engenheiro Genrikh Altshuller desenvolveu esta metodologia depois de estudar, junto com outros colegas, cerca de um milhão e meio de patentes tecnológicas e descobrir que existem certas orientações coincidentes ou princípios de invenção para dar resposta aos obstáculos gerados durante o processo criativo.
Deste modo, a metodologia TRIZ, explicada no livro The Innovation Algorithm: TRIZ, Systematic Innovation and Technical Creativity, permite encontrar soluções inovadoras tanto a nível de processos, como de serviços ou de produtos, pelo que a sua aplicação na atualidade está muito expandida no âmbito empresarial, sendo usada por grandes companhias como Ford Motors, Nokia, General Dynamics, Mobil Oil ou Procter & Gamble.

Vantagens do modelo

Aplicar a metodologia TRIZ contribui para pensar fora da caixa e sar da zona de conforto, gerando os seguintes benefícios na organização:

  • Encontrar soluções para problemas através da aplicação de princípios de invenção estandardizados.
  • Dirige o profissional até aos recursos necessários para resolver a contrariedade, permitindo-lhe encontrar a fonte de conhecimento adequada para encontrar uma resposta.
  • Possibilita antecipar diferentes opções para solucionar um problema.
  • Propicia a criatividade e inovação ao conseguir conclusões que surgem após pensar fora da caixa.
  • Contribui para a redução de custos e melhoria da qualidade dos produtos, serviços ou processos.

Funcionamento da TRIZ para pensar fora da caixa

A chave do êxito desta forma de pensar fora da caixa radica em que centra o seu enfoque na aplicação de soluções análogas existentes em qualquer âmbito a problemas concretos através de um processo estruturado e lógico.
Para isso, o modelo TRIZ parte da diferenciação entre dois tipos de problemas:

  • Os que têm uma solução conhecida, quer dizer, que podem superar-se a partir de informação existente.
  • Os que têm uma solução desconhecida e que geralmente geram mais problemas durante a sua resolução.

A maioria das pessoas utilizam um sistema preestabelecido pelo celebro na hora de buscar soluções para os problemas, de modo que se carecem das competências técnicas ou de conhecimento nesse âmbito, são incapazes de encontrar uma solução. Sem embargo, pode ser que, ainda que não o saibamos, a solução para o nosso problema já tenha sido criada noutro campo.
Segundo a investigação de Altshuller, cerca de 77% dos obstáculos podem ser superados pelo conhecimento pessoal de profissional ou da empresa, enquanto que 18% requer recorrer a informação existente dentro do sector e 4%, fora do próprio âmbito da atividade. O 1% restante é qualificado pelo cientista como “descobrimento”.
Para encontrar uma solução em qualquer destes casos, a metodologia TRIZ incorpora uma ampla gama de ferramentas analíticas, baseadas no conhecimento e psicológicas que facilitam a aplicação deste modelo de resolução dos problemas.
No Grupo P&A, consultora especializada em liderança e gestão de Recursos Humanos com mais de 20 anos de experiência, dispomos de formação prática nesta imprescindível metodologia de localização e resolução dos problemas técnicos durante o processo de inovação.
 
Post relacionados:





New Call-to-action hbspt.cta.load(1555896, ‘1399cf87-3f92-4edf-abf8-76c0e8dfd7dd’, {});

    Escribe un comentario